Minha foto

Sou o tipo de pessoa incansável. Faço de tudo o tempo todo e gosto de construir resultados. Locutor, apresentador, colunista, escritor e defensor da língua alemã Hunsrickisch, apaixonado pela música alemã e pela culinária, tenho por hobby cozinhar, pintar quadros a óleo e tocar contrabaixo. Eletrotécnico de carreira, me aposentei nesta profissão, e agora, além de manter ainda minha oficina eletrônica trabalho como voiceover internacional em e-learnings e wbt. Amo tudo o que faço.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Entrevista em Hunsrickisch com Edmundo, 80 anos

Veja o vídeo aqui: Sii de video do hia:


Ouça o áudio melhorado aqui: Hea di fabessadne chtimm do hia:


Graveadne Tekst:

(Edmundo) - ...will ich in April iets mach' (80 ioa), un di tswói tsaite wo ich mit erlebt hon in de sechtsich, sibtsich ioa tsurrick, uf hait is nêegst net se klóobe dróon.
(Pio) - Was is di grehst unnaschit gewehst do de tswischend?
(Edmundo) - Mainstens in de religion!
(Pio) - Religion?
(Edmundo) - Religion!
(Pio) - Hon sich meh, meh religione gekrint?
(Edmundo) - 'Porque' in denna tsaite, wail aaa, wéeste wi di lait fria' noch di klaube harre, gell? Mea hon di klaube faloa hait. Di klaube nimmi das do noch ene Herrgot ecksistire tut.
(Pio) - Is nohr'me di órwed... órwed!
(Edmundo) - Chaffe un chaffe gell, un aaa, un wisse net, un tuhn ima klóowe un wisse net wo das hea kommt, das di krise wo mea hait hon. ...Di wisse net wo das hea kommt!
(Pio) - Hot fill se sóon mit de klóbung?
(Edmundo) - Ia in klóbung, wall di klóbung muss das em fertraue das de Herrgott di Natua erschaft hot, wo di mensche nohre wi carpintera un di Natua destruiad hon, un so waita komm das hea fon das hait di mensche so unntsufride sinn. ...Das di wittrung gut paread, un alles das noch! ...Wi so das aaa, ...fria' wóo alles, kamma sóon, de walt un alles, das wóod alles náckich gewehst, do wóod khen walt...
(Pio) - Ua walt hot geschtan, un di lait hon nohre raus geholl was nodwennich wóod fa se lewe.
(Edmundo) - Nohre raus geholl was wóod fa se lewe. ...Un di hon ach niks me' geént, wall das wóod alles gell 'destruiad' wóod, es hot niks me' geb.
(Pio) - Iets'a fríasch hon di bau're awa fill land óoh fabrennt!
(Edmundo) - Fabrennt! Das wóod di fawehnung. Iets'a di hon das tsu sauwa gehall, dann is di son (komm) di hot di eat fabrennt, un dann is de rehn komm un hot se aus gewescht.
(Pio) - Das wóod dann de ónfang fon dem unnagang.
(Edmundo) - Fo'm unnagang! É, 's wóod de ónfang fom unnagang! ...Un dessend wegend hait hot das fill 'mudiad' gell? ... Das is hait do hia gut gell, blohs di mensche hon de klaube faloa.
(Pio) - Aham.
(Edmundo) - Awa in de wetschaft, in de baurre wetschaft in alles, wi das lewe mist sinn, hot's fill gebessad.
(Pio) - Was wóost du im lewe?
(Edmundo) - hah?
(Pio) - Was wóost du im lewe?
(Edmundo) - Ima noch 'agricultor.
(Pio) - Ima baua.
(Edmundo) - Baua ...baua!
(Pio) - Fa das ganse lewe?
(Edmundo) - Das ganse lewe!
(Pio) - Un, hot's net so ioore geb wo's du fill chwirichkhéede mit gemach host in de kheere?
(Edmundo) - 'Nem, nem fala!' Do net chpreche do driwa was ma do mit gemach hot, will ma net mo' chpreche.
(Pio) - Ia, wi hot ma das dan dorrich gebrun? Hot ma gellt gelehnt, orre hat ma do bissie was únnich dem chtrohsack?...
(Edmundo) - Wéest du, das is so: wenn hait di lait mo' misste chpóore, deere chpóore wi mea fria' chpóore musste, gell, deere mea all faschtrecke im gellt! Klóobst du das mea?
(Pio) - Ia das klóowe ich, gewiss!
(Edmundo) - Deere mea all faschtrecke in gellt, so gut is das hait mit gellt.
(Pio) - Laicht gellt fadine?
(Edmundo) - Ea, laicht gellt se fadine!
(Pio) - Do friasch wóod das chlimm gellt se fadine?
(Edmundo) - Iwa chlimm! ...Do wó' io khen óorwed! ...di bauasch lait harre all
groosse familie, hon all de hémm geschaft un 'mandeere' niks,
(Pio) - Musst alles auf de eat geholl gewe!
(Edmundo) - Alles auf de eat gehollt gewe!
(Pio) - Un dann, di chwain wo getsôo geb sin, di wóore noch net mohl fa de aichne mittel, di wóore fa se fakóofe un so phóo druckcha meh fadine.
(Edmundo) - Ia, di lait hon gell, honn geschlacht óoch,
(Pio) - Fa di kerreb!
(Edmundo) - Fa di kerreb, ia, un dann hon se fa se lewe geb. Di sinn dan sêllich mo' fakóoft geb... Awa wi das sêllich mo' wóod in denna tsait, di unnaschitt... ...wenn's du hóone od hinkle im hoof lóofe hast, hast du ima gelt gehat. Wenn's du hinn gang bist un host...
(Pio) - Óia!
(Edmundo) - Óia! Hosst en kérrebche foll óia ieda woch in di wende getróon, oda hosst phó hinkle oda phó hóone gefang, hosst du kenne dain' ganse 'rancho' mache. Un hait grihst du di gónimmi loss! Das hinnkels fii un di óia grihst du gónimmi loss, di honn khene meh gebrauch da tsu.
(Pio) - Ich hon noch net daine nóome gefrod! Wi héest du?
(Edmundo) - Edmundo Rainaldo Burg.
(Pio) - Un chtammst fon wo?
(Edmundo) - Vila Rik!
(Pio) - Vila Rik fon Harmonii? ...No iach dan, dain lait sin komm iets! Misse mea
das geschpreech an's enn tuhn.
(Edmundo) - Mea tuhn daitsch chpreche, de tut' gravere...
(Pio) - Is am gravere fa in di internet tuh'n.
(Nora) - Aaah!
(Pio) - Iach! ...No iach dann, dankeschehn!
(Edmundo) - Wenn das dann aich lang genuch is...
(Pio) - Io, das is genuch, un, so wi es nomme en mohl geht, tuhn ma nommo en bissie waita fatseele.
(Edmundo) - Ia, un dessend weeche is das alla interessant gell?
(Pio) - Io, io, gewiss!
(Edmundo) - Tuhn ma unsa dings dann aus waita mache, gehn ma unsa televisom lóode un dan fóore mea hémm. Mea wolle noch bissie chaffe!
(Pio) - Loss es dea gut gehn!
(Edmundo) - Ia wohl, fa aich óoch!

---------------------------------------

TRADUÇÃO - IBASETSUNG:

(Edmundo) - ... Em Abril agora comemoro (80 anos), e os dois tempos que eu convivi, de 60, 70 anos atrás não é de se acreditar hoje em dia.
(Pio) - Qual foi a maior diferença neste meio tempo?
(Edmundo) - Principalmente é a religião!
(Pio) - Religião?
(Edmundo) - Religião!
(Pio) - Eles criaram mais, mais religiões?
(Edmundo) - 'Porque' naqueles tempos, porque aaa, sabe, como as pessoas naqueles tempos ainda tinham a fé, não? Hoje nós perdemos a fé. Eles não acreditam que ainda exista um Deus.
(Pio) - É somente trabalho... trabalho!
(Edmundo) - Trabalhar, trabalhar, né, e aaa, e não sabem, e sempre acreditam, e não sabem de onde isto vem, por esta crise que hoje temos. ...Eles não sabem de onde vem isto!
(Pio) - Tem muito a ver com a fé?
(Edmundo) - Sim na fé, porque a fé deve nos dar a certeza de que Deus criou a
natureza, onde os seres humanos somente como carpinteiros destruíram a natureza, e na sequência vem o motivo pelo qual os seres humanos estão tão insatisfeitos. ...Que o tempo ande bem, e tudo o mais! ...Assim com aaa, ...antigamente era tudo, pode-se dizer, o mato e tudo, isto tudo estava descoberto, não existia mato...
(Pio) - Existia mata virgem e as pessoas somente lhe tiravam o necessário para sobreviver.
(Edmundo) - Somente retiravam o que era para sobreviver. ... (refletindo sobre o
momento atual:) E eles também não colhiam mais nada, porque tudo estava, sabe, destruído, não dava mais nada.
(Pio) - Mas antigamente os colonos também queimavam muita terra!
(Edmundo) - Queimavam! Isto era o costume. Agora, eles mantinham isto muito limpo, então vinha o sol e queimava a terra, então vinha a chuva e a lavava.
(Pio) - Então isto era o começo da ruína.
(Edmundo) - Da ruína! É, isto foi o começo da ruína! ...E por isto, hoje mudou tudo bastante não? ...Hoje aqui é bom, né, só que as pessoas perderam a fé.
(Pio) - Sim.
(Edmundo) - Mas nas atividades, nas atividades do colono, em tudo, como a vida deve ser, ela melhorou muito.
(Pio) - O que você foi na vida?
(Edmundo) - Hein?
(Pio) - O que você foi na vida?
(Edmundo) - Sempre ainda agricultor.
(Pio) - Sempre agricultor?
(Edmundo) - Agricultor ...Agricultor!
(Pio) - Por toda a vida?}
(Edmundo) - Toda a vida!
(Pio) - E não houveram anos onde você, nos dribles, passou muitas dificuldades?
(Edmundo) - Nem, nem me fala! Nem me fala a respeito, o que a gente passou, nem se pode falar.
(Pio) - Sim, mas como se superava isto? Se pedia dinheiro emprestado, ou se
tinha algum (dinheiro) embaixo do colchão de palha?...
(Edmundo) - Sabe, é assim: se as pessoas hoje em dia tivessem que poupar, poupassem como nós tínhamos que poupar antigamente, né, nós todos nos sufocaríamos em dinheiro! Você me acredita isto?
(Pio) - Sim, eu acredito isto!
(Edmundo) - Nós todos nos afogaríamos em dinheiro, tão bom é hoje em dia com
dinheiro.
(Pio) - Ganhar dinheiro fácil?
(Edmundo) - Sim, ganhar dinheiro fácil!
(Pio) - Antigamente era difícil ganhar dinheiro?
(Edmundo) - Difícil por demais! ...Não existia trabalho! ...Os colonos todos tinham famílias grandes, todos trabalhavam em casa e não 'exportavam' nada,
(Pio) - Tinha que ser tirado tudo da terra!
(Edmundo) - Tudo tirado da terra!
(Pio) - E então, os porcos que eram criados, não eram para o próprio consumo,
eles eram para serem vendidos e assim arrumar alguns trocadinhos.
(Edmundo) - Sim, as pessoas sabe, também carneavam,
(Pio) - Para o kerbb!
(Edmundo) - Para o kerbb, sim, e então os davam para viver. Então, naquele tempo eram vendidos. ...Mas como era naquele tempo, a diferença... ...se você possuía galos ou galinhas correndo pelo pátio, você sempre tinha dinheiro. Se você fosse lá e tem...
(Pio) - Ovos!
(Edmundo) - Ovos! Você enchia um balainho de ovos e levava toda a semana para a venda, ou pegava algumas galinhas ou alguns galos, você podia fazer todo o seu rancho. E hoje em dia você nem mais consegue se livrar deles. Os frangos e os ovos você não consegue mais se livrar deles, eles não tem mais serventia.
(Pio) - Ainda não perguntei seu nome! Como se chama?
(Edmundo) - Edmundo Rainaldo Burg.
(Pio) - E é natural de onde?
(Edmundo) - Vila Rica!
(Pio) - Vila Rica de Harmonia? ...Pois então, seu pessoal já chegou! Temos que encerrar esta conversa.
(Edmundo) - (Falando para a nora e a neta) Estamos falando em alemão, ele está
gravando...
(Pio) - Está gravando para por na Internet.
(Nora) - Aaah!
(Pio) - Sim, então, obrigado!
(Edmundo) - Se isto então foi comprido que chega para você...
(Pio) - Sim, isto é o suficiente, e assim que der mais uma vez, voltaremos a
conversar mais um pouco.
(Edmundo) - Sim, e por isto é sumamente interessante, não?
(Pio) - Sim, sim, claro!
(Edmundo) - Vamos então finalizar a sequência do nosso negócio, vamos carregar
nossa televisão e então iremos par casa. Ainda queremos trabalhar um pouco!
(Pio) - Passe bem!
(Edmundo) - Sim, e pra você também!