Minha foto

Sou o tipo de pessoa incansável. Faço de tudo o tempo todo e gosto de construir resultados. Locutor, apresentador, colunista, escritor e defensor da língua alemã Hunsrickisch, apaixonado pela música alemã e pela culinária, tenho por hobby cozinhar, pintar quadros a óleo e tocar contrabaixo. Eletrotécnico de carreira, me aposentei nesta profissão, e agora, além de manter ainda minha oficina eletrônica trabalho como voiceover internacional em e-learnings e wbt. Amo tudo o que faço.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Bissie Gelô - Phóda Nikla

Ouça esta história gravada aqui: Hea das graveadne chteck do hia:


De phóda Nickla hat ene muhle chon sechtsen ioa an de órwed. Ieda sonntach horra de gans frii gessádelt un is chon foa tóoch in di capelle gerrit fa di mess se leese.
Ene gute sonntach móind is ea ufgeschtii un het wolle de muhle sattle, awa de muhle hot so blass aus gesihn das de phóda faschrock is. De muhle wolt khén millie esse un hot so traurich êngecukt das de phóda sich foa genómm hot me'm lehra chpreche.
Do es de lehra komm, das chtek fii unasuucht, uns saine palpit geb:
- De muhle is arbaitskrank un muss regenereat gewe.
- Awa wi? - Hot de phóda gefrod. Do sóod de lehra das di miste én pambus glitt holle un das di gans comunited mist dem muhle in sainem hinnre renn blose.
Do hot de phóda das foa gebrung wehren de mess an de prêdich, un no de mess hat do en grohs rai henna dem muhle geschtann, all fétich fa de muhle ón se bloose.
Un das hot sich so gemach. Ieda ene wo geblost hat, hot de muhle hétta un chtérka gebrung. Wi di gans comunited gebloost hat, do hot de lehra chtárrek gebloost, un wóod de muhle so negst gans regeneread. Do sóod de lehra:
- Phóda Nikla, iets fehlst nohre du meh!
De phóda hot das sich so óngecukt, do ropt'a di bambus glitt dem muhle henna raus, un chtopt das rômgedreht dem muhle henna renn. Do sóora:
- Ia, lehra, do wo di gans comunited sain chtingich maul drón getun hot, tun ich maines net drón.
Un blost das peschessne bambus glitt me so en kraft, das de muhle rakstich nommo in ortnung geb is.


Tradução: Padre Nicolau

O padre Nicolau tinha um burro já há dezesseis anos no trabalho. Cada domingo ele o cangava cedo e já ia antes do amanhecer troteando para as capelas para rezar a missa.
Um bom domingo de manhã ele levantou, queria cangar o burro, mas o burro parecia tão apagado que o padre se assustou. O burro não queria comer milho e tinha um olhar tão triste que o padre se prontificou a conversar com o professor.
Então o professor chegou, examinou o bicho e deu seu palpite:
- O burro está com estresse do trabalho e precisa ser regenerado.
- Mas como? - Perguntou o padre. Então o professor disse que eles deveriam pegar um talo de bambu para que toda a comunidade pudesse dar uma assoprada no traseiro do burro.
Então o padre anunciou isto durante o sermão na missa, e depois da missa estava a se formar uma fila grande atrás do burro, todos prontos para assoprarem no traseiro do burro.
E isto aconteceu assim. Cada um que dava sua assoprada, deixava o burro mais duro e forte. Quando toda a comunidade havia assoprado, então o professor deu uma assoprada forte, e o burro estava praticamente regenerado. Então o professor disse:
- Padre Nicolau, agora só falta você!
O padre olhou aquilo, então arrancou o talo de bambu do traseiro do burro, e o enfiou invertido lá. Então disse:
- Pois, professor, onde toda a comunidade botou sua boca imunda eu não coloco a minha.
Então soprou aquele talo remelado com tanta força que até o burro ficou em ordem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário