Minha foto

Sou o tipo de pessoa incansável. Faço de tudo o tempo todo e gosto de construir resultados. Locutor, apresentador, colunista, escritor e defensor da língua alemã Hunsrickisch, apaixonado pela música alemã e pela culinária, tenho por hobby cozinhar, pintar quadros a óleo e tocar contrabaixo. Eletrotécnico de carreira, me aposentei nesta profissão, e agora, além de manter ainda minha oficina eletrônica trabalho como voiceover internacional em e-learnings e wbt. Amo tudo o que faço.

domingo, 14 de dezembro de 2008

Bissie Gelô - Di Rantsich Tante - Tradução

A tia Ranzinza


As pessoas e as famílias se compõe no modo geral no mundo inteiro sem muita diferença.
Entre as famílias sempre tem pessoas alegres e pessoas insatisfeitas. Mas, quando está junto uma tia solitária, a qual mora junto da família e convive com ela, então tudo está perdido.
Assim, uma tia insatisfeita, gorda, solitária e com uma poupança razoável no banco, é uma das mulheres mais venenosas que se pode conhecer. E quando ela mora junto com uma família, fica difícil as crianças se criarem corretamente com a sua companhia.
Em Despique, vivia junto com a família Schrammel, a tia Elza. Era uma autêntica mulher insatisfeita, a qual só sabia se queixar sobre todas as coisas.
Ela possuía alguns fiozinhos de pêlo embaixo do nariz e uma generosa verruga com dois pêlos longos do lado da boca. Ela era gorda e solitária. Nunca havia casado.
Elza ajudava seu irmão na roça e tudo era difícil. Se previnir para levar as crianças adiante em seu crescimento não era fácil. E uma tia como ela, para levar a vida com o pouco poder aquisitivo que tinha, mal ganhava o suficiente para colocar na poupança. E ela, como a tia de nossa história, era pão-dura, gorda e poupadora.
Ela se queixava sempre sobre a vida de colono, que ia terminar, que eles iriam falir.
Então, um sobrinho que sempre a escutava se queixando, perguntou:
- Então, tia, o que então é ser pobre?
- Você não pode imaginar isto, Benjamim! Ser pobre é indescrit´vel. Não se tem comida, dinheiro, nenhuma satisfação, nenhuma companhia e nenhuma alegria!
- Cruzes, tia, isto então é ruim. Realmente não se pode ficar pobre. O que
mais tia?
- Pois, ser pobre é principalmente estar insatisfeito com tudo o que acontece ao nosso redor. Não se consegue imaginar como as coisas se antepõe a nós e como tudo inesperadamente acontece. Ser pobre deixaa gente simplesmente insatisfeito!
- Tia! - disse o garoto. - Agora sei o que é ser pobre!
- E então? - Disse a tia. - Com certeza já deves ter visto alguém que se espelhe na minha descrição.
O rapaz disse:
- Sim! E tenho muita pena esta pessoa porque ela sempre está conosco!
- Então, quem é? - Perguntou a tia. O rapaz disse:
- É você, tia: você é ranzinza, irritada, pão-dura, gorda e solitária.
Você deve ser uma colona muito pobre!
(qualquer semelhança é mera coincidência).



Nenhum comentário:

Postar um comentário